Agendamento on-line

Agendamento Ícone Agendamento de Consulta

Agendamento Usuário Ícone
seg. a sex. 11. 97197-1234
Dr. Vitor Cervantes Gornati

Dr. Vitor Cervantes Gornati

Cirurgião Vascular
e Endovascular
CCRM 135239 / RQE 48202
Agendar
Dra. Karen Utsunomia

Dra. Karen Utsunomia

Cirurgião Vascular
e Endovascular
CRM 139678 / RQE 51452
Agendar
Dr. Daniel Faccioli Lopes

Dr. Daniel Faccioli Lopes

Cirurgião Vascular
e Endovascular
CRM 139544 / RQE
Agendar
Ícone mapa

Pacaembu

Av. Pacaembu, 1882 - São Paulo/SP

Ícone mapa

Bela Vista . Sírio Libanês

Rua Dona Adma Jafet 71, CJ 64 - São Paulo/SP

Cirurgia Vascular

Clínica Total Vascular Agendar Consulta Online

Cirurgia Vascular

Os problemas vasculares são mais comuns do que as pessoas imaginam.

Nosso sistema vascular é responsável por conduzir o sangue pelo corpo nutrindo todos os órgãos. Por isso existe a Angiologia, especialidade médica que estuda o sistema vascular com o objetivo de prevenir e tratar todas as patologias que afetam artérias, veias e vasos linfáticos.

Quando alguns problemas vasculares não conseguem ser resolvidos em ambiente clínico, é indicada a cirurgia vascular. Que é bem parecida com a Angiologia, porém com foco no tratamento cirúrgico.

As opções de cirurgia vascular são muitas, mas como o foco deste artigo é falar sobre a cirurgia vascular e especificamente sobre as varizes, vamos focar apenas na Especialidade.

Para realizar qualquer tipo de cirurgia vascular, o Angiologista precisa ter um titulo de Cirurgião Vascular, emitido pela SBACV, assim poderá realizar qualquer procedimento cirúrgico, como o caso da cirurgia de varizes, cirurgia da safena entre outras cirurgias vasculares.

Cirurgia Vascular

Cirurgia Vascular

Além de ler este texto aproveite para agendar uma consulta e converse pessoalmente com um dos médicos da Total Vascular

AGENDAR

 

A Angiologia, portanto, tem sua esfera de ação nas doenças de fundo circulatório, procurando, ainda de modo arbitrário, excluir-se daquelas que envolvem o coração, estando sob sua égide as enfermidades que acometem as artérias, veias e os linfáticos.

Dentro de uma visão prática, pode referir, como exemplo, as doenças venosas, estando encabeçando as mesmas, as varizes dos membros inferiores, tromboses, úlceras e as telangiectasias ou microvarizes.

As doenças das artérias tem sido motivo de muito estudo. A arteriosclerose, nas suas diversas formas e localizações, tem sido a prima dona dentro deste contexto. Fala-se e escreve-se sobre as enfermidades angiológicas como a isquemia cerebral, a dos membros inferiores; as gangrenas, as úlceras isquêmicas, a claudicação intermitente e, por fim, as consequências dessas condições angiológicas, que são as amputações de membros.

Portanto, a Angiologia tem tido nestes últimos anos um papel importante, como ciência e arte, na vanguarda das pesquisas inerentes à circulação, o que tem traduzido numa melhora do tratamento destas enfermidades e, como consequência, na melhora da qualidade da vida dos povos.

A cirurgia vascular é feita pelo Angiologista que busca retirar as veias dilatadas e doentes das pernas através de micro incisões.

O tratamento é feito de forma convencional, com incisões ou por dentro dos vasos, no caso de uma cirurgia endovascular e o paciente é liberado no mesmo dia.

Entre as doenças vasculares passíveis de tratamento cirúrgico pode-se citar:

Oclusões arteriais – Causadas geralmente por trombose ou placas ateromatosas

Aneurismas – Dilatações arteriais

Varizes– Dilatações venosas

Anastomoses de artérias e veias – Para tratamento dos traumas vasculares

As varizes podem acarretar também flebite, inflamação dolorosa das veias, levar ao escurecimento da pele com o passar dos anos, eczema e hemorragias (sangramentos espontâneos), culminando com a úlcera varicosa (feridas de difícil cicatrização). Por esses motivos, antes de iniciar o tratamento, o médico Vascular avaliará todas as suas condições físicas, metabólicas e cardiovasculares, levantará seu histórico familiar e solicitará exames de imagem, como o Ecodoppler, para apontar a melhor técnica para o seu caso.

É muito importante cuidar da saúde vascular para se prevenir de doenças em artérias e veias.

CIRURGIA ENDOVASCULAR

É uma subespecialidade da cirurgia vascular em que realizamos o tratamento das doenças circulatórias, utilizando cateteres e guias, manipulados à distância e monitorados por telas (monitores).

O ambiente usado para este tratamento tanto pode ser a sala de hemodinâmica como o centro cirúrgico. O procedimento é feito mais comumente pelo cateterismo (punção) dos vasos ou ainda pequenas incisões cirúrgicas, preferencialmente na virilha (acesso femoral) ou no membro superior, sob anestesia local (as outras anestesias são usadas conforme necessidade) sempre com o acompanhamento do anestesiologista. Através destas técnicas é possível o tratamento de doenças arteriais e venosas.

Os sintomas arteriais mais comuns são a claudicação (dor na musculatura das pernas em caminhadas) e as úlceras isquêmicas.

As patologias arteriais tratadas são as obstrutivas, conhecidas como obstrução à passagem do sangue, ou as dilatações (aneurismas). Para as obstruções utilizamos o cateter-balão e os “stents” (pequena estrutura metálica usada para manter o vaso no calibre desejado) e para o tratamento dos aneurismas utilizamos as endopróteses, que são tubos de plástico colocados por dentro da artéria.

As doenças venosas, como as flebites, também podem ser tratadas pela técnica em que, através do cateter, injetamos uma substância que atua dissolvendo os trombos formados, possibilitando a recanalização do vaso.

Para as varizes, a cirurgia é a técnica de escolha, mas cada vez mais se estudam outras maneiras de se prevenirem as varizes (como a colocação de válvulas venosas para impedir o refluxo) e a cirurgia endovascular pode apresentar uma boa alternativa.

A cirurgia endovascular tem como objetivos principais minimizar a agressividade cirúrgica, evitando-se as grandes incisões e as cicatrizes. Com isto diminui o tempo da intervenção, reduz o tempo de internação, e os custos hospitalares são, em geral, menores.

Para saber mais sobre o assunto converse com o especialista.

 

Envie suas dúvidas para a Total Vascular